Porque utilizar o pastejo rotacionado e como o JetBov pode ajudar nesse manejo?

Tempo de leitura: 4 minutos

A produção pecuária no Brasil se dá predominantemente a pasto, favorecida pelas condições climáticas e extensão do país. Segundo dados da CICARNE /Embrapa Gado de Corte (2020), uma das grandes tendências da pecuária no Brasil é produzir mais gado em menos pasto.

De fato, existe uma busca por sistemas produtivos que permitam intensificar a produção em pastagens para produzir mais carne, com mais qualidade e de forma sustentável.

Entre os anos de 1990 e 2019 a área de pastagem do país diminuiu 15,5% e a produtividade aumentou, passando de 1,63 @/ha/ano para 4,3@/ha/ano (ABIEC, 2020), o que comprova que o pecuarista já vem empregando melhorias na produção para garantir esses resultados. Entre elas se destacam o melhoramento genético, melhorias na sanidade do rebanho, suplementação nutricional, gestão das propriedades e o manejo das pastagens.

 

Alguns benefícios do Pastejo Rotacionado

A Produtividade é determinada pele desempenho animal (ganho de peso) e capacidade de suporte (número de animais por unidade de área).

Uma das tecnologias de manejo de pastagens empregadas atualmente, que permite maximizar a taxa de lotação por área e consequentemente garantir aumento da produtividade por hectare é o Manejo de Pastejo Rotacionado.

A rotação de pastagens consiste em realizar a divisão das áreas em piquetes e trabalhar com taxas de lotação mais elevadas, alternando entre períodos de ocupação em um piquete, quando o gado está pastejando e períodos de descanso nas demais áreas que compõe o módulo de rotação.

A estratégia visa manter a boa qualidade e alta produção da forragem e com isso o animal tem acesso a alimento de excelente composição nutricional o ano todo, garantindo o objetivo proposto pela técnica, que é produzir mais em menor área.

Além disso, existe um benefício diretamente no bolso do pecuarista visto que, quando temos pastos degradados, por conta de falta de manejos incorretos ou de planejamento, acarretando em superlotação e super pastejo, os custos aumentam. Além dos custos com recuperação de pastagens degradadas, que tem um peso muito alto na conta, quando falta pasto os gastos com suplementação também aumentam, para não faltar comida e garantir a manutenção do desempenho produtivo do rebanho.

Ao fazer a conta, os investimentos com implementação e manutenção do rotacionado são compensatórios pois, a produtividade é alta o ano todo e a longevidade do pasto é longa.

 

Como realizar a escolha da forragem?

O primeiro ponto a ser levado em consideração é a definição do ciclo produtivo: cria, recria ou engorda para então definir quais categorias de animais vão consumir essa foragem pois, cada uma delas possui uma exigência de consumo.

As características climáticas da região também devem ser analisadas. No Brasil temos uma grande diversidade climática e, é indicado que se trabalhe com cultivares adaptadas a cada tipo de clima. Também se faz necessário se atentar as alturas ideais de entrada e saída dos animais indicadas para cada forrageira.

Respeitando esses pontos, o planejamento de dias de descanso e pastejo pode ser realizado e com isso garantir que tenhamos a lotação ideal, alimento adequado e bom aproveitamento da forragem oferecida ao gado, garantindo os objetivos propostos pela técnica.

 

Como controlar o Manejo Rotacionado com o JetBov?

Sabemos que para ter sucesso com o pastejo rotacionado é importante o controle dos dias de pastejo e descanso e, é muito importante saber onde cada lote de animais se encontra e acompanhar a taxa de lotação de cada piquete.

Com o JetBov você pode ter o controle das suas áreas de pastagens e módulos de pastejo rotacionado. Na plataforma com a funcionalidade de Gerenciamento de áreas e módulos o mapa da propriedade pode ser inserido e, a partir dele, montar os módulos e planejar os dias de descanso e pastejo, a taxa de lotação máxima e ainda, acompanhar qual a taxa de lotação real de cada piquete.

Já no App JetBov de Campo, com a funcionalidade de troca de áreas, de forma totalmente offline, é possível saber em qual área o lote está e informar os manejos toda vez que realizar a movimentação dos animais entre os piquetes.

Ao implantar a rotação de pastagens, assim como todos os manejos, é preciso gerenciar muito bem para garantir o sucesso. Utilizando o Jetbov, é possível aliar as tecnologias de manejo e gerenciamento, tanto das áreas quanto do desempenho dos animais e garantir os dados para a tomada de decisão, visando alcançar as metas da propriedade.

Lembrando, você pode testar gratuitamente nossa plataforma – tanto o sistema web quanto o app JetBov de Campo – por 7 dias!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *