Quais índices zootécnicos devo me atentar no confinamento e como calculá-los?

Tempo de leitura: 6 minutos

Para que possamos ter sucesso em nossa atividade, é importante termos conhecimento dos processos que as envolvem.  Para produtores de gado de corte em confinamento, isso não é diferente.
Para auxiliar você pecuarista de corte saber qual a  situação de sua fazenda, abordaremos neste assunto os índices zootécnicos, pois é a partir destes índices que é possível realizar um diagnóstico preciso do sistema de criação adotado na fazenda  e da produtividade dos seus animais. Para gerar os índices zootécnicos, você deve adotar algumas medidas em sua propriedade.

Quais medidas são essas? Escrituração zootécnica!

A escrituração zootécnica, nada mais é do que a anotação de tudo o que acontece em sua propriedade.  A escrituração inicia com a identificação individual dos animais, pois assim,  é possível traçar um histórico individual de cada animal dentro da propriedade e ter um controle de tudo que acontece com ele.
As formas para a identificação dos animais são bem simples, e as mais comuns são: identificação com brinco simples, tatuagem, marcação a fogo e identificação eletrônica, que pode ser por brinco com chip, ou esse chip pode estar dentro do próprio animal.

A partir da identificação individual do rebanho ,  é feita a coleta de todo o histórico da vida  de cada animal. Tais como as anotações de entrada no confinamento, perfil de dieta ingerida, vacinação, se o animal foi medicado ou não, data de saída desse animal, dados de pesagem, entre outros. Todos esses dados podem ser inseridos em uma planilha de computador, ou também, em um caderno ou prancheta de anotações.
Por meio dessas anotações, você poderá saber como o animal está desempenhando (se ele está gerando lucro ou prejuízo), o histórico de saúde desse bovino , ou até mesmo se poderá ser descartado.
Por fim, podemos gerar os índices zootécnicos, sejam eles individuais  ou em lotes.  Por meio da análise desses índices, saberemos a produtividade e rentabilidade de seu sistema de criação.

No entanto, o que são índices zootécnicos?

Índices Zootécnicos são os dados de produção dos animais, sejam eles quantitativos ou qualitativos. Esses dados refletem o desempenho dos seus animais em números.
Por meio da análise dos dados, decisões podem ser tomadas de forma racional, a fim de maximizar o lucro da sua fazenda de gado de corte.

Afinal, quais  índices zootécnicos devo conhecer sobre o confinamento e como calculá-los?

Taxa de mortalidade

A função desse índice, é gerar um número “ideal” para se basear em dados presentes em sua propriedade. Assim, caso os valores de sua propriedade ultrapassem este valor, você deverá identificar  o motivo para esse acontecimento.
Com relação ao confinamento, é recomendado ter índices de mortalidades bem baixos, em cerca de 0,5% do rebanho total. Ao contrário de outras fases da criação de bovinos, onde é admitido valores um pouco maiores.

O cálculo da taxa de mortalidade é calculado por:

Número de animais mortos x 100 / Número de animais totais

O resultado é expresso em porcentagem.

Ganho de peso médio diário (GMD)

O ganho de peso médio diário, talvez seja o índice mais falado por técnicos e produtores dentro de um confinamento. É através dele que podemos saber se os animais estão desempenhando seus ciclos  dentro do estabelecido.
Esse índice também tem uma importância muito grande para elaboração de dietas, visto que elas são elaboradas de acordo com uma meta de GMD pré-estabelecida pelo nutricionista.
Caso o GMD não esteja correspondendo com as metas estabelecidas, é importante buscar uma resposta para as causas, que podem ser várias, dentre elas as mais comuns são: falha na elaboração da dieta; fornecimento do trato inadequado; e também, possíveis estresses e doenças no rebanho.

O GMD é calculado por:

(peso atual – peso anterior) / (data de pesagem atual – data de pesagem anterior)

Índice de conversão alimentar

Outro índice importantíssimo em confinamento de gado de corte é a conversão alimentar do rebanho. É através dela que podemos saber o rendimento real da alimentação para a conversão de produto no animal, ou seja, o que o animal come e é transformado em carne.
Assim como para elaboração de dietas, o índice de conversão alimentar deve considerar o alimento em matéria seca (MS) para não subestimar os valores. A matéria seca nada mais é do que o alimento menos a umidade.
Além disso, este índice é bastante utilizado em programas de melhoramento genético de bovinos, com a intenção de se obter uma genética onde o consumo é menor e o ganho maior.
Em termos práticos, quanto mais baixa for a conversão alimentar melhor será , pois significa que o animal precisou comer menos para engordar mais, ou seja, menor foi seu custo de produção e maior foi seu lucro.

A conversão alimentar é calculada por:

Consumo de ração do animal por um determinado período / ganho de peso

Vale ressaltar que devemos utilizar o consumo de alimento e ganho de peso por média do lote, pois não se mensura quanto cada animal comeu individualmente, exceto em sistemas tecnificados como o sistema GrowSafe.

Rendimento de carcaça

 Este índice  mostra ao produtor se o seu sistema de criação foi rentável ou não. O frigorífico paga ao pecuarista pela carcaça, com isso, quanto maior o rendimento de carcaça maior será o seu lucro.
O rendimento de carcaça talvez seja o índice mais difícil para se basear, visto que são diversos fatores que influenciam no rendimento de carcaça do animal, tais como: nutrição, genética e categoria animal. Com isso, o técnico deve ter certa experiência para avaliar e fazer uma previsão correta sobre o rendimento que seu rebanho pode  obter depois de abatido no frigorífico. 

O rendimento de carcaça é calculado por:

Peso do animal abatido x 100 / Peso do animal vivo

O resultado será expresso em porcentagem

Conclusão

Para que você produtor seja eficiente em seu sistema de criação, é de extrema importância ter a dominância sobre os índices zootécnicos de sua propriedade.
Assim,  para que esses índices sejam gerados, deve ser feita a escrituração zootécnica, onde proprietário, funcionários e colaboradores devem anotar todas as informações de dentro da propriedade, a fim de gerar um histórico e com isso, os índices zootécnicos serem registrados.
Com o conhecimento dos índices zootécnicos os técnicos e pecuaristas podem realizar escolhas decisivas no sistema, que pode decidir entre o lucro e o prejuízo na produção.
Depois dessas dicas, você produtor, está preparado para dominar o seu sistema de produção ?

Referências

https://blog.bovcontrol.com/conheca-os-principais-indices-zootecnicos-para-melhorar-a-produtividade-da-pecuaria-de-corte.html

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.