Quero assumir a gestão da fazenda da família, por onde devo começar?

Tempo de leitura: 5 minutos

A grande maioria das propriedades rurais brasileiras possuem a estrutura familiar como base e, é de nosso conhecimento que, culturalmente, muitos filhos de produtores rurais acabam por buscar oportunidades de estudo e trabalho fora das propriedades, nas cidades e, por conta destas ações, se afastam do negócio rural e acabam seguindo para outras áreas, o que dificulta o momento de transição entre as gerações para tocar o negócio.

Nestes casos em que os filhos não têm conhecimento sobre o setor agropecuário e sobre a fazenda em si, muitas vezes optam ou precisam, por alguma necessidade, voltar e tocar a fazenda, tendo que assumir o posto de gestor para tocar o negócio. Como não possuem experiência, muitas vezes acabam contribuindo para o insucesso nesta transição, culminando com a fazenda sendo vendida ou arrendada, por não ter quem assuma.

Por outro lado, sabemos que muitos herdeiros já possuem interesse desde muito cedo em estudar e se especializar para que possam voltar para o negócio da família e contribuir com a melhoria da propriedade, já pensando em garantir o sucesso no processo de sucessão da fazenda, principalmente frente ao cenário atual de crescimento constante do setor do agronegócio.

Seja qual for seu caso, sendo ou não da área, iremos abordar algumas questões importantes para quem deseja ou precisa assumir a gestão da propriedade.

O primeiro passo é deixar claro para os atuais gestores seu interesse em assumir a gestão e discutir com toda a família o seu interesse, além disso, deve mostrar que está muito aberto a ouvi-los e também a aprender. Você deve se inteirar da realidade da fazenda, assim como qualquer outra empresa, é necessário conhecer o negócio que está assumindo ou se preparando para assumir, conheça os gargalos que possuem atualmente, examine todos os registros e históricos para já pensar em como atuar na melhoria destes pontos e evolução da produtividade e rentabilidade.

Se você esteve muito tempo distante do campo e não tem muito conhecimento sobre onde ele se encontra e quais pontos precisam ser trabalhados, vai precisar de uma ótima base para as ações a serem tomadas quando assumir a gestão.

Sendo ou não da área, é muito importante também buscar informações sobre o setor agropecuário e sobre a atividade desenvolvida na fazenda, seja por meio de cursos, artigos, notícias, consultorias e, principalmente, se possível, com os patriarcas e matriarcas que vem tocando o negócio há algum tempo.

Sabemos que um ponto crucial e que pode prejudicar a sucessão é o conflito entre as gerações. Este pode se dar por conta da imposição das mudanças, por quem está querendo assumir, frente a vontade de que sigam com as coisas sendo feitas da mesma forma, por quem está deixando de ser tão presente na fazenda. Outra causa para estes desentendimentos pode ser o choque de culturas entre as gerações.

A única forma de resolver estes conflitos é com base no diálogo, tendo uma boa comunicação entre as partes.

Então, é muito importante não impor, mas sim manter um alinhamento entre todas as partes, para que tenham liberdade de opinar e tomar decisões juntos, mostrando sempre os benefícios das novas ideias para a evolução do negócio para a próxima geração.

Mesmo que tenha saído em busca de formação na área, os conhecimentos técnicos certamente vão permitir aprimorar a gestão da fazenda, mas vale lembrar que quem está presente na fazenda tem muito conhecimento e pode te passar ensinamentos que nenhuma faculdade ou curso ensina.

É importante conhecer o dia a dia e os processos, desde a ponta lá no campo até o escritório. Busque conhecer todas as etapas, não adianta pensar que realizar a gestão vai ser apenas dar as ordens e comandar tudo de longe, antes disso você deve conhecer toda a sua empresa. É claro que cada filho pode ter mais habilidades para um processo do que para outro, então, conhecendo todas as etapas, podem discutir e delegar as funções mais adequadas para cada um.

Conhecer todos os processos também é importante para conhecer todos os funcionários e colaboradores, ficar próximo a eles e demonstrar seu interesse em seguir com o trabalho realizado atualmente pelos seus pais. Eles são peças chaves no funcionamento do negócio e vai ser muito importante ter bom relacionamento com a equipe.

Outro ponto importante é, conhecendo a atividade e tendo boa comunicação entre as partes, já tenha o pensamento sobre as mudanças que possam agregar na evolução da fazenda e monte um planejamento de sucessão.

Sempre seja transparente, tenha em mente que terá que prestar contas para toda a família e se mostre disposto a isso.

Use a tecnologia como aliada para estes processos e mostre para todos o quanto ela pode auxiliar na agregação de valor e no acompanhamento da fazenda por todos, mesmo que não estejam fisicamente presentes no campo.

Desejamos muito sucesso aos sucessores e acreditamos que o JetBov pode ser um aliado muito forte neste processo pois terá facilidade na sua gestão e, também, os dados na palma da sua mão para mostrar aos demais familiares sempre que necessário, deixando tudo transparente e facilitando as tomadas de decisões.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.