Como fazer diagnóstico de prenhez e registro de parto com a JetBov

Tempo de leitura: 10 minutos

Quando falamos em produtividade no sistema de cria, torna-se indispensável a adoção de controles reprodutivos eficientes. Saber quais índices zootécnicos devem ser monitorados é fundamental para que se alcance os objetivos dentro da propriedade e além disso, atingir a rentabilidade desejada. Por isso a necessidade de atentar-se ao diagnóstico de prenhez e registro de parto.

Dentre os principais indicadores reprodutivos na fase da cria, a taxa de prenhez e o intervalo entre partos devem receber destaque e atenção especial. Para alcançar esses indicadores, é necessário garantir a coleta de dados dos manejos de diagnóstico de prenhez e registros de partos, e assim, analisar as suas métricas de forma estratégica.

Tudo sobre o diagnóstico de prenhez e registro de parto com a JetBov

Nesse artigo, vamos conversar um pouco sobre a importância dessas práticas dentro da fazenda e como a JetBov pode te ajudar nesse controle!

Qual a importância dos indicadores zootécnicos na fase de cria?

Monitorar os indicadores zootécnicos dentro da propriedade é fundamental para alcançar os objetivos com a produção animal, independente do tipo de sistema que você trabalha, seja ele cria, recria ou engorda. Através desses dados, você poderá tomar decisões importantes para o seu negócio, definir estratégias pontuais e até mesmo melhorar práticas de manejos inadequados que podem comprometer a produtividade do seu rebanho.

Quando o assunto é a fase de cria, a importância em controlar esses indicadores se torna ainda mais relevante, visto que essa fase é responsável por sustentar todo o processo de criação dos animais, sendo a base da pecuária de corte e por esse motivo merece tanta atenção quanto as outras etapas de criação.

Na realidade, a fase de cria é considerada a atividade mais complexa dos sistemas de produção, exigindo assim uma maior responsabilidade na parte administrativa, no controle e gerenciamento de informações que envolvem os manejos dos animais.

A eficiência dos animais que são destinados para as demais fases (recria e engorda) está diretamente relacionada com a qualidade de bezerros que são produzidos e com o controle assertivo e adequado dos manejos realizados nas matrizes. Contudo, antes mesmo de lhe mostrar qual a melhor forma de realizar o controle de manejos reprodutivos do seu rebanho, é importante saber quais são os indicadores fundamentais para o sistema de cria.

Existem alguns indicadores que são de extrema relevância para serem considerados no sistema de cria, sendo eles: taxa de mortalidade, taxa de desmame, peso ao desmame, intervalo entre partos, taxa de prenhez entre outros índices que envolvem a análise da viabilidade do sistema reprodutivo.

Neste artigo, vamos abordar sobre a coleta de dados dos manejos de diagnóstico de prenhez e registro de partos, pois, através dessas atividades será possível monitorar os seguintes indicadores: intervalo entre partos e a taxa de prenhez, que são primordiais para obter sucesso no processo de avaliação reprodutiva das matrizes.

Taxa de prenhez e intervalo entre partos

A taxa de prenhez está relacionada ao número de matrizes prenhes em relação ao número de matrizes introduzidas no sistema reprodutivo. Através desse índice é possível avaliar o desempenho das matrizes. Quanto maior a taxa de prenhez, melhor. Assim, você consegue monitorar a eficiência reprodutiva da fazenda.

Já o intervalo entre partos (IEP) refere-se ao período de nascimento entre dois bezerros. O importante aqui é verificar, de forma individual, quais matrizes estão produzindo bezerros dentro do período esperado. O ideal é que as matrizes consigam ter um intervalo, entre um nascimento e outro, de 12 meses.

A produtividade do sistema de cria depende de diversos fatores que geram impactos em todo o processo, sem altos índices de prenhez, por exemplo, não conseguimos aumentar o índice de desfrute que se refere ao número de animais vendidos em relação ao total de cabeças do rebanho.

Esse indicador, inclusive, é uma métrica importante na produtividade, pois está relacionado à receita da propriedade. O mesmo pode-se dizer em relação ao intervalo entre partos, que é um indicador fundamental para conseguir identificar quais as matrizes que não estão produzindo de forma desejada (produzindo um bezerro por ano).

É importante salientar que o primeiro objetivo de uma matriz dentro da fazenda é a produção de um bezerro por ano, e o segundo objetivo é que esse bezerro seja um bom bezerro . Tendo como resultado, finalizando o ciclo de produção, uma taxa de desmame eficaz e peso de desmame dentro do esperado.

Consegue perceber como um indicador está atrelado ao outro? Então, como podemos ter acesso a esses dados dentro da propriedade? Registrando e coletando as informações dos manejos de campo! Isso mesmo, a coleta de dados em campo será fundamental para que você possa gerar essas informações, e essa prática começa lá no manejo. Com a tecnologia JetBov, que é uma plataforma digital de gestão para pecuária de corte composta do aplicativo de campo, que, entre outras funcionalidades, dispõe de coleta de dados automatizada, e funciona sem a necessidade de internet; e o armazenamento de dados em nuvem, que possibilita gerar relatórios com dados atualizados e precisos, de qualquer lugar, isso se torna muito mais prático e rápido.

Por que a JetBov é indispensável para auxiliar no diagnóstico de prenhez e registro de parto, e como esta tecnologia funciona?

O uso da plataforma JetBov vai facilitar a sua gestão como um todo na propriedade e garantir que os registros dos manejos nos animais sejam completos. É uma solução completa, que possibilita muito mais do que o diagnóstico de prenhez e registro de parto. Através do aplicativo JetBov de campo, você poderá coletar as informações e garantir os registros dos manejos de forma off-line, sem a necessidade de estar conectado à internet.

Com o armazenamento das informações via nuvem, você vai conseguir ter acesso a esses dados que foram coletados durante as atividades de campo, analisar essas informações e ter uma visão prática de relatórios inteligentes, que vão contribuir para o acompanhamento de indicadores zootécnicos.

Como a JetBov ajuda com o diagnóstico de prenhez e registro de parto, na pecuária de corte.JetBov ajuda com o diagnóstico de prenhez e registro de parto

Como fazer o diagnóstico de prenhez

O diagnóstico de prenhez é um manejo muito importante no controle reprodutivo.  Ele deve ser feito, se possível, de forma precoce, logo após o período da estação de monta. O diagnóstico pode ser realizado de duas formas: através da palpação retal ou com o uso de ultrassonografia, podendo ser feito no período de 30 a 45 dias após a estação de monta. Quanto mais cedo realizar o manejo, melhor, pois através dele você poderá decidir o que será feito com a matriz, se ela será inclusive destinada para o descarte.

Na prática, você poderá separar os seus animais em lotes como “Matrizes prenhes” e “Matrizes descartes”, e assim, conseguir até mesmo destinar um tratamento diferenciado para as que derem positivo para a gestação. Com isso, você poderá estabelecer estratégias de manejos adequados, acompanhar a condição corporal e principalmente o monitoramento nutricional das matrizes, visto que a preparação para o momento do parto será fundamental para a produção de bezerros.

Com o uso da JetBov, você poderá garantir esse registro no Aplicativo JetBov de Campo, sinalizando esses animais com a seguinte situação: “Prenha” e ou “Vazia”. Os dados são coletados de forma off-line, durante as atividades no curral, facilitando o apontamento das informações. Após a realização dos manejos, você deverá enviar as informações coletadas para a plataforma web.

Leitura de telas do app JetBovCom os dados enviados, na plataforma web, você vai  conseguir, de forma rápida, ter acesso às taxas reprodutivas da fazenda. Vale ressaltar que, anteriormente ao diagnóstico de gestação, é importante que tenha sido feito o apontamento da exposição ou inseminação das matrizes, durante a estação de monta. Assim, você vai conseguir ter acesso ao indicador da taxa de prenhez e conseguir avaliar a eficiência reprodutiva do seu rebanho.

De forma estratégica dentro do sistema, você poderá acessar as informações e análises através dos relatórios reprodutivos que envolvem não só esse manejo, mas também outros dados reprodutivos do rebanho. Alguns relatórios como: histórico reprodutivo das matrizes; situação atual das matrizes; visão completa da ficha dos animais; e, principalmente, relatórios dinâmicos relacionados a taxa de prenhez. Indicador fundamental, que poderá ser monitorado a partir do momento que se faz a coleta do manejo de diagnóstico de prenhez. Além disso, você conseguirá visualizar quais animais foram selecionados para descarte durante o manejo, e, de forma completa, visualizar o histórico de manejos das matrizes para, então, conseguir tomar sua decisão de forma eficiente.

Como fazer o registros de partos

Diagnóstico de prenhez e registro de parto usando a JetBovApós o período de gestação, chegará o grande momento de registrar o nascimento dos bezerros na propriedade. Aqui, neste artigo, ressaltamos a importância em saber o intervalo entre partos e, dessa maneira, informando os nascimentos, você vai conseguir acompanhar de forma individualizada se de fato a matriz produziu um bezerro por ano.

Lógico que, o registro de nascimentos também poderá te ajudar em outros controles como: taxa de lotação da fazenda; acompanhamento da genealogia dos animais; e ter o inventário atualizado da propriedade; entre outros controles.

Com o aplicativo JetBov de campo,  você poderá informar qual matriz pariu o bezerro, informar a identificação do bezerro, peso ao nascimento, sexo, raça, e até realizar um registro de foto do manejo.

A partir dessa prática, você estará garantindo não só um indicador fundamental para monitorar a eficiência das matrizes, mas também estará contribuindo para o histórico reprodutivo dos seus animais e terá acesso à informações relevantes para decisões futuras.

Com o registo do manejo de parto, além de garantir o histórico das matrizes, você terá toda a rastreabilidade do bezerro desde o nascimento até o período final do ciclo produtivo.

Telas do app de campo, registro de parto, JetBovAtravés das análises estratégicas, dentro do sistema JetBov, você terá acesso a relatórios dinâmicos apresentando informações como: quantidade de nascimentos dentro de um determinado período; nascimentos separado por sexo; inventário atualizado, separado por categoria animal; vínculos reprodutivos (bezerro x matriz); genealogia dos animais; peso informado ao nascimento, implicando em avaliações de desempenho de pesagens; entre outros dados zootécnicos, importantes no sistema de cria.

Otimize a sua gestão com o uso da tecnologia JetBov no diagnóstico de prenhez, registro de parto, entre outros indicadores

Dessa forma, são vários os indicadores que fazem parte da rotina dentro da fazenda, porém  com objetivos claros, de quais métricas deseja-se alcançar, conhecer a importância desses indicadores e realizar um planejamento adequado das atividades, vai contribuir para uma gestão mais assertiva.

Adotar tecnologias que facilitem a sua gestão é uma realidade cada vez mais frequente nos sistemas de produção, com o objetivo de obter aumento na produtividade e contribuir para a rentabilidade da fazenda.

Você deve ficar atento aos principais indicadores, e monitorá-los, a fim de definir quais decisões serão tomadas para otimizar os recursos dentro da fazenda. Realizar o controle correto dos indicadores é primordial para tomada de decisões coerentes. Afinal de contas, produzir bezerros com excelência é a chave para o sucesso de todo o sistema de corte, e a JetBov está junto com você nessa jornada!

Ficou interessado na tecnologia JetBov, fale agora mesmo com um de nossos especialistas e TESTE GRATUITAMENTE A NOSSA SOLUÇÃO, de forma personalizada para a sua fazenda. Aproveite!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.